segunda-feira, 6 de agosto de 2012

Copos para Cerveja




Uma das principais características da cerveja, são levados em consideração na hora de desenhar o copo que sejam mais adequados, segundo o fabricante, para desprender o aroma da cerveja, para você poder apreciar o que cada uma tem de melhor.

Caneca/Mug/Stein 
Muito usada para servir chope ou cervejas vendidas na pressão. Podem ter vários tamanhos e formatos, mas normalmente são robustos, de vidro grosso, e algumas têm até apoio para o polegar na alça, para ajudar com o peso do copo+cerveja. São mundialmente conhecidas e utilizadas. 

Witbier/Weizen 
Nada melhor do que beber uma Witbier no respectivo copo! Feitos de vidro fino, extremamente elegantes e compridos, estas autênticas obras de arte permitem admirar as cores da cerveja e o topo possibilita uma correcta expansão e desenvolvimento da cremosa espuma. Em geral, suportam até 0,5 litros de cerveja.

Cilindro/Stange 
Bastante comuns, estes copos em cilindro são de origem germânica e utlizam-se com cervejas delicadas, já que possibilitam a ampliação dos aromas e sabores do malte e do lúpulo.

Snifter 
Um pouco maiores mas mesmo assim similares aos nossos cálices de brandy ou conhaque, estes copos têm um formato que os tornam excelentes para capturar os aromas de cervejas fortes, já que ajudam na sua preservação.

Flauta/Flute 
Estamos mais habituados a utilizar os copos em formato de flauta para beber champanhe ou espumante. No entanto, há cervejas que se dão muito bem com o formato destes copos. A sua elegância e o fato de serem esguios, assegura que o gás não se dissipa com muita rapidez, permitindo igualmente observar a cor e o corpo da cerveja com grande nitidez.

Pint/Becker 
Quase cilíndrico mas bem mais largo do que o stange, o pint é bastante utilizado na Inglaterra e na Alemanha, por permitir beber vários tipos de cerveja, em grandes quantidades e por ter um desenho universal, barato e que possibilita um fácil armazenamento.

Pilsner 
O copo de pilsner é o habitual copo das nossas imperiais. Entre as formas de um cilindro e de um cone, a sua estrutura permite manter a cerveja viva, para além de possibilitar a formação de uma boa espuma. Em Portugal, estes copos têm pouco mais de 0,2 litros mas em certos países da Europa podem chegar até aos 0,4 litros, como por exemplo na Alemanha e República Checa.

Tulipa/Tulip 
Não confundir com o que chamamos aqui no Brasil de Tulipa, que na verdade é um copo Pilsner. São muito elegantes e permitem suportar cervejas que produzam grandes quantidades de espuma. Bastante típicos da Bélgica.





Lager/Chope
Facilmente encontrados no Brasil, são os tradicionais copos de chope, o qual erroneamente chamamos de tulipa. A diferença é que a tulipa tem a boca mais aberta, um pé mais fino e são geralmente mais altos.


Um comentário:

  1. eu luis silva comecei um corso onde eu priciso muitos dessas enformacoes.......

    ResponderExcluir

Seu comentário sempre será sempre bem vindo!